jan 19

Após a crise financeira nos Estados Unidos ter se tornado muito maior que o imaginado e se espalhado principalmente na Europa, as principais corretoras brasileiras aumentaram suas apostas em ações conservadoras. As carteiras de ações indicadas para outubro foram direcionadas principalmente para empresas que apresentam boa geração de caixa, pagam altos dividendos e têm sua receita voltada para o mercado interno.

Assim, as elétricas se transformaram em xodó dos analistas e conquistaram espaço em quase todas as carteiras sugeridas para outubro (veja na tabela abaixo). Conhecidas como boas pagadoras de dividendos, as companhias do setor contam com uma base segura de clientes e devem ter seus lucros impulsionados pela alta da inflação, já que suas tarifas são reajustadas pelos índices de preços.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

jan 18

A queda quase que generalizada do mercado de ações brasileiro em 2008 – situação essa causada, principalmente, pela debandada recorde de investidores estrangeiros, que somou R$ 24,629 bilhões – fez com que instituições financeiras brasileiras reduzissem suas aplicações em renda variável ao menor nível anual da história. Conforme dados divulgados pela BM&F Bovespa, a participação de bancos e outras empresas do segmento nos negócios totais foi de 7,8% pela média. É a primeira vez que o índice encerra um ano abaixo de dois dígitos desde o início da série histórica do levantamento, datado de 1994. No ano anterior, a participação havia ficado em 10,4%. Mas com melhores oportunidades e um certo fôlego verificado nos primeiros dias do ano, a expectativa é que haja uma retomada dessas aplicações, assim como dados apontam para uma tendência de retorno do capital internacional: nos três primeiros dias úteis do ano, o Ibovespa – que mede a variação das principais ações negociadas – já acumula recuperação de 12,68%, depois de cair mais de 40% no ano passado.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , , , , ,

jan 18

Posse do presidente dos EUA dá tranquilidade ao mercado financeiro

O mercado financeiro internacional tem vivido um otimismo repentino desde as festas de fim de ano, diante da proximidade da posse de Barack Obama e isso tem se refletido no Brasil. É o que apontam analistas do setor, entrevistados pela Agência Brasil.

Do dia 2 ao dia 6 de janeiro, por exemplo, o Ibovespa, índice que reúne as 66 principais ações negociadas no país, teve valorização de 12,6% somando 42.312 pontos. Dia 6, o governo brasileiro captou US$ 1 bilhão no mercado internacional, que passou os últimos seis meses com escassez de linhas de crédito, e hoje voltou a obter US$ 25 milhões no mercado asiático.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

jan 17

O cenário econômico já não parece tão apavorante. As medidas econômicas nos Estados Unidos e no resto do mundo parece surtir efeito e as bolsas de valores operam em melhor situação do que há algumas semanas atrás.

Bom, se ações continuam sendo um bom investimento, principalmente se for a longo prazo, é importante acompanhar o dia a dia das bolsas e a situação das ações e das empresas.

Também é muito importante compreender o mercado. Para investir em ações é preciso escolher bem os ativos e compor uma carteira de investimentos. Existem duas formas para compreender melhor tudo isso, são as duas principais teorias utilizadas para selecionar bem os ativos: a análise fundamentalista e a análise gráfica

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , ,

jan 17

Mais investidores estão cada vez mais atentos

Mesmo no momento atual que é de grande volatilidade para a renda variável, o mercado de ações continua atraindo investidores. O mais interessante é que são pessoas físicas.

De acordo com o último balanço divulgado pela BM&F Bovespa, o número de investidores de varejo saltou de 456.557, em todo ano de 2007, para 548.706 no acumulado de 2008. De outubro para novembro deste ano, a Bolsa de Valores de São Paulo ganhou 6.564 novos investidores.

Isso acontece porque o brasileiro está aprendendo cada vez mais sobre o mercado de ações e aprendendo a aplicar também, está atento às notícias e se preparando cada vez mais com livros e cursos.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , ,

jan 17

Qual o perfil do investidor hoje em dia?

De acordo com os analistas consultados por VEJA.com, o perfil das pessoas que compram ações na Bolsa de Valores varia entre o investidor nato e a pessoa que entra no mercado financeiro porque é levado a isso por conhecidos.

“Aquele cara que ouve os amigos dizerem que estão investindo e ganhando dinheiro geralmente compra ações e se arrepende, pois ele não sabe pensar a longo prazo”, afirma o professor William Eid, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). O professor Alexandre Chaia, da ESPM, concorda, e afirma que, na atual crise, o investidor “inexperiente” não está mais comprando ações.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , ,

nov 29

O que fazer com o décimo terceiro salário?

  • Pagar dívidas
  • Pagar dívidas
  • Pagar dívidas
  • Amortizar financiamentos (que, de certa forma, é pagar dívidas)
  • Sair do cheque especial (sim, também pagar dívidas)
  • Guarde para IPVA, IPTU e matrículas dos filhos no começo do ano (dívidas, dívidas, dívidas)

Não. Eu não fiquei louco. Eu coloquei seis vezes “pagar dívidas” porque isso é MUITO importante se você quer aumentar a sua saúde financeira.

De nada adianta você ganhar dinheiro em investimentos na Bolsa de Valores (se ganhar) – ou em qualquer outro investimento – se, os juros de suas dívidas, são ainda maiores que os juros dos próprios investimentos.

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , ,

nov 29

Não é nem um nem dois leitores que me perguntam se é possível viver de Bolsa de Valores. Dezenas talvez.

Sinceramente, creio que até existam pessoas que vivam do que investem no mercado mobiliário, particularmente na bolsa, porém talvez isso não seja pra você e talvez nem seja a coisa mais rentável a fazer.

Porém, é inegável que existe essa idéia do sujeito que acompanha a Bovespa o dia inteiro, depois acompanha as bolsas orientais e do mundo inteiro. E que vive disso, trabalhando em casa.

Parece algo interessante, mas – repito – não é pra todo mundo. Por alguns motivos: Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , ,

out 12

A facilidade de se começar a investir será um dos pontos em que baterei com freqüência pois é notável o número de pessoas que não investe na bolsa por achar isso algo inacessível e difícil.

  1. O investidor procura uma Corretora Membro da Bovespa e preenche um cadastro contratando seus serviços. Este é um passo importante, pois a corretora além de cuidar de seu dinheiro vai orientar você principalmente em seus primeiros passos.
  2. Com a assessoria da Corretora, o investidor escolhe a ação ou as ações que deseja comprar e dá a ordem para a Corretora. O seu corretor vai conversar com você e tentar descobrir qual o seu perfil de investidor, se mais arrojado ou alguém que busca mais segurança e lucros certos ainda que menores. Ele vai orientá-lo sobre que dinheiro é melhor investir na bolsa, qual é o valor mínimo para começar e que postura assumir no início enquanto aprende mais sobre o mercado de ações. Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , , ,

out 06

Em primeiro lugar, gostaríamos de lhe dar sinceros parabéns pela escolha de estudar assuntos voltados ao mercado financeiro. Não dependendo dos seus objetivos, a primeira regra é estudar e discutir muito sobre as várias modalidades de investimentos voltados a bolsa de valores e não se preocupe em estudar “demais”. A segunda regra é colocar em prática tudo que aprendeu, pois do contrário, os seus estudos não farão sentido. Então não tenha medo de tomar os primeiros passos, comece com um capital pequeno, um capital que você realmente possa arriscar, e você verá após isto o quanto ainda terá que estudar.

Direto ao que interessa: quanto custa?

Esta talvez seja a primeira dúvida ou o primeiro detalhe que faz o investidor ficar com um pé atrás. Não se preocupe, você não terá escolhas, havendo lucro ou não nas operações, haverá custos!

Continuar lendo »

Postado por Lilian Ribeiro
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,